• Natália Galhardo

    Eu, com meu ilustre ascendente em Gêmeos, te digo com a propriedade de quem pensa e questiona demais: Não perca muito tempo tentando descobrir o sentido de algumas coisas que só o tempo e a experiência nos mostrarão. Monte um Plano de Vida, assim como um Plano de Negócios, e manda bala!! Trabalhe para ele e por ele! Dessa forma você não corre o risco de chegar daqui 20 anos, olhar pra trás e ver que idealizou demais e realizou de menos!!

  • Natália Galhardo

    Bru, não se cobre too hard (A bilíngue, né). Como disse um amigo psicólogo quando voltei da AUS, take your time.. (MTO bilíngue!!) hahaha. Não deixe que a pressão da sociedade te quebre. Você é recém-formada, tem muito que aprender, viver, descobrir.. Dizem que a nossa geração é a famosa “tudo idealiza e nada realiza”. Eu voltei para a casa dos meus pais depois de morar sozinha na facul, depois de morar na AUS, depois de tentar hotelaria em Santos e depois de viver um ano no USA. Me graduei na frustração. Mas depois de um tempo a gente percebe que voltar a morar com eles é uma ótima ajuda financeira para o começo de qualquer carreira e da vida adulta – que no dia a dia é bem chatinha e complicada. Infelizmente não moramos em um país como o USA, onde conseguimos nos manter sendo garçonete depois de formados, o que muitos fazem por lá até conseguir o que tanto almejam.. Então a gnt se adapta com o que tem! 🙂 Sua conclusão é muito sábia, não importa em que ponto está, mas mexa-se. Always!!! <3 and never give up!!