Parkside – Minha residência estudantil, em Toronto, Canadá

Tempo de leitura: 3 minutos

Oi, gente!

Escrever sobre esse assunto me deixa mais ansiosa do que já estou! Mas falar sobre a viagem também faz parte do pacote e trocar informações é mais legal ainda!

Quando comecei a pesquisar sobre este novo pequeno intercâmbio de um mês, queria manter o mesmo esquema de ficar em casa compartilhada com outros estudantes, pois em Londres deu certo, apesar de ter tido que mudar (uma vez) de casa durante os 30 dias. Quando fui até a CI para rever as opções (cheguei a ir na agência 3 vezes por pura indecisão e falta de coragem mesmo), a Nana, consultora que me auxiliou, me disse despretensiosamente sobre uma residência estudantil que eu poderia gostar, que ficava há 15 minutos da escola e que era, basicamente, um prédio de estudantes. Ela, ainda, me mostrou um vídeo com a apresentação da residência:

Gente, sério. Lá em Londres, na primeira casa, tive que dividir o quarto minúsculo com duas meninas. Sendo que uma delas não estava pagando, apenas visitando a outra, coisa que era estritamente proibido nessas casas, pela empresa que alugava. Tanto que tínhamos um gerente da casa que fazia visitas surpresas eventualmente (nunca cheguei a vê-lo por lá e elas escondiam as malas e a visita dormia em saco de dormir para não usar a roupa de cama limpa). Elas eram super bagunçadas e colocavam louça suja, papel higiênico, maquiagem, sutiã, tudo em cima da minha mesinha de estudo (que eu precisava usar pros desenhos da aula de Fashion Design). Na parte da manhã, quando eu saía do quarto pra me trocar no banheiro, elas estavam dividindo uma cama de solteiro. Assim que eu ia me trocar, elas trancavam o quarto e uma delas pulava pra dormir na minha cama TODOS OS DIAS. Eu havia autorizado em apenas uma ocasião. Já contei isso aqui pra vocês.

O ponto que quero chegar é que estar em um prédio “supervisionado” (ninguém vai estar lá no meu apartamento sem pagar), com um quarto limpo, individual, novo, com tranca, e dividir um apartamento (pequeno) com apenas uma menina, é um luxo! Ainda, o Parkside tem refeitório onde são servidas todas as refeições (no meu pacote estão inclusas duas refeições), academia, sala de estudo, três cozinhas para que possamos preparar nossas próprias comidas e lanches, salas de convivência, sala de jogos, terraço, sala de TV, enfim.

Eles atendem a diversos estudantes das universidades que moram lá e a ILAC, onde estudarei inglês, tem alguns apartamentos para os estudantes. Ou seja, você paga o curso+casa+duas refeições por dia pelo preço de 20 dias de hospedagem em um hotel de Nova York por exemplo. É uma mão na roda.

Sem contar que lá eles têm toda uma programação de atividades, festinhas e várias refeições temáticas. Claro que, quando se está em um país novo e com ‘pouco tempo’, a última coisa que eu vou querer fazer é ficar o dia todo na residência estudantil. Vou passear o máximo que eu puder, inclusive em finais de semana. Mas ter um lugar confiável para descansar e deixar suas coisas, além de se alimentar com qualidade, é excelente.

Já comentei também em outros posts que eu não gosto de ficar em casa de família. Acredito que cada um tem a possibilidade de escolher o que melhor combina com a sua personalidade. Mas eu curto liberdade. Quando se está em casa de família no exterior, você precisa seguir algumas regras e é sempre uma surpresa se você vai gostar ou não do pessoal. Eu escolhi conviver com pessoas da minha idade e ter a opção de voltar pra casa a hora que eu quiser.

O único porém do Parkside é que é super concorrido. Se você vai pro Canadá e se interessou por essa residência, tente ver com a maior antecipação que conseguir. Como fiz minha reserva com 5 meses praticamente, foi tranquilo.

Vejam essas fotos que peguei no Facebook deles:

 

  • Gabriela Zucari

    Fernanda, boa noite. Estarei chegando em Toronto no dia 01/12 e também ficarei no Parkside, você tem face? Bjos

  • Fernanda Toledo

    Oii, tudo bom?
    Em fevereiro vou pra Toronto e estou pensando em ficar no Parkside também. Você gostou? Como foi a experiência? Fez amigos lá também?

    Bjss