O segredo é o tempo

Tempo de leitura: 1 minuto

“Há males que vêm para o bem”, já dizia a minha avó. Hoje eu vejo o quão certa ela estava. Na nossa vida, coisas ruins vão acontecer constantemente; funciona assim mesmo. Mas, se tem algo que aprendi com meus últimos insights, é que a vida não faz por menos. Tudo que acontece será útil dali um tempo. Uma decepção, uma perda, uma nota baixa naquela matéria que você tanto ama, uma amizade que se perdeu na correria dos dias, uma grosseria logo pela manhã… Acredite, a quantidade de dor sentida no momento será diretamente proporcional à força que você desenvolverá dentro de si, para que consiga enfrentar os próximos desafios. Porque, sim, ainda existirão vários.
Ao menos para mim, essa força que me pega de jeito a cada dificuldade que enfrento é uma espécie de superação pessoal. Eu olho para trás, enxergo uma Júlia diferente, ultrapassada. Tudo isso se explica, porque a cada aprendizado mudamos um pouco daquilo que levamos dentro da gente. Então eu paro e penso: “Você não esperava por essa, né?” (e sigo em frente). Parece que o peso de viver diminui e a quantidade de ideias acerca do que é a vida, aumenta.
Sabe qual o segredo disso tudo? O tempo. Aquele que cura toda e qualquer ferida e que transforma a tristeza em evolução. O famoso leva e traz de gente, de memórias e de sentimentos. Ele passa, mas não passa sozinho. A cada segundo, carrega o que tiver que ser levado de nós e, no outro segundo, traz o que precisa ser sentido. Talvez, nesse momento, você aí do outro lado da tela não entenda, mas lá na frente fará muito mais sentido. Eu prometo.
E então você pode vir me contar.
Mil beijos,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *